Quinta-feira, 25 de Março de 2010

J20 [C] 1º Dezembro (Queijas)

 Última actualização: 25.03.2010 

O jogo terminou com o mesmo resultado da 1ª volta mas a “história” do jogo foi totalmente diferente. Em Queijas o CD Mafra pouco fez para merecer a vitória mas, em Mafra, por tudo aquilo que fez em particular na 2ª parte, a nossa equipa não merecia a derrota.

O CD Mafra não começou bem a partida. Perante um 1º Dezembro a jogar logo de início com grande velocidade, a nossa equipa respondeu com demasiada lentidão. O 1º golo surgiu já estavam decorridos quase 6 minutos de jogo. Após uma excelente defesa do João Fiúza a nossa equipa encetou um contra-ataque rápido com o Pedro Alexandre a assistir o Rodrigo Bento na ponta direita, que finalizou com sucesso. O 2º golo ocorreu aos 11 minutos, de novo pelo Rodrigo, desta vez numa jogada individual a “romper” pela defesa adversária. Curiosamente o Rodrigo não voltou a marcar durante toda a partida mas, também não lhe foi concedido muito tempo de jogo.

A primeira metade da 1ª parte foi de fraca produção no que se refere a golos (3-6 aos 15 minutos) muito por mérito de ambos os guarda-redes - João Fiúza (CDM) e João Pegado (GM1D). O 1º Dezembro ganhou muito cedo uma vantagem de 3 golos, que manteria durante toda a 1ª parte. Foi já depois de esgotado o tempo da 1ª parte que a nossa equipa reduziu a diferença para os 2 golos (11-13), quando o Miguel Gomes converteu com sucesso um livre de 7 metros, a sancionar uma falta cometida sobre o Ricardo Carmezim em cima dos 30 minutos de jogo.

Na 2ª parte o CD Mafra jogou com mais velocidade e encetou uma fantástica recuperação chegando à igualdade (20-20) por volta dos 14 minutos. Aos 18 minutos a vantagem era de 2 golos para o CD Mafra (22-20). Motivada e a praticar um andebol de grande qualidade, nada parecia impedir a nossa equipa de alcançar a merecida vitória mas, o excesso de confiança levou a que a capacidade de reacção do adversário fosse de certa forma negligenciada e a nossa equipa acabou mesmo por desperdiçar alguns golos de forma displicente. O 1º Dezembro reagiu com eficácia e conseguiu equilibrar a partida acabando mesmo por chegar à vitória a escassos segundos do final.

Em termos individuais quase todos os jogadores do CD Mafra estiveram em bom nível, sendo de destacar mais uma excelente exibição do guarda-redes João Fiúza. Apesar de se ter lesionado na 1ª parte (num lance que deveria ter ditado a desqualificação do jogador nº 16 do 1º Dezembro) que o obrigou a estar algum tempo a recuperar, o André Carioca fez uma excelente 2ª parte, marcando 6 golos, até ser (bem) excluído por 2 minutos por ter tido um comportamento anti-desportivo (após mais uma falta violenta do nº 2, sem a correspondente sanção disciplinar…) situação que prejudicou o desempenho colectivo do CD Mafra e lhe quebrou o ritmo de jogo, já que após o seu regresso à partida não mais atingiria o mesmo nível de desempenho.

Tal como já havia demonstrado no jogo da 1ª volta, 1º Dezembro de Queijas revelou ser uma equipa consistente, bem entrosada, com uma defesa aguerrida e rápida a partir para o contra-ataque, com um lote de jogadores dotados de boa técnica. A equipa é constituída por muitos juniores de 2º e 3º ano com muita qualidade e por alguns jogadores seniores, muito experientes. Sendo certo que esses jogadores mais experientes reforçam a equipa, foi precisamente desses jogadores que assistimos a uma infinidade de comportamentos “manhosos” (que não vou aqui revelar para que não sirvam de exemplo a outros jogadores) que retiraram brilho ao jogo e nada dignificam a modalidade. O lance final protagonizado pelo nº 19, após o golo da sua equipa, ao interceptar a bola impedindo o CD Mafra de prosseguir o jogo a partir do meio-campo quando faltavam 6 segundos para o final do jogo, merece-me todavia um comentário, não sobre a atitude do jogador em si mas, sobre a necessidade de se reverem as regras internacionais do andebol.

É certo que o jogador do 1º Dezembro viu o cartão vermelho e vai ser-lhe aplicada uma suspensão adicional mas, o certo é que nada devolveu os 5 segundos de jogo ao CD Mafra que assim se viu forçado a rematar de meio-campo no último lance da partida, quando poderia ter chegado pelo menos à linha dos 9 metros e, quiçá, empatado a partida… Não faz muito tempo que circularam pelo Yuotube as imagens vindas de França onde um prestigiado treinador, perante um contra-ataque com uma jogadora adversária isolada e na iminência de marcar o golo da vitória, decide entrar dentro do campo para travar o avanço dessa jogadora. O cartão vermelho foi-lhe exibido mas, já não houve tempo para a equipa marcar o golo a que tinha direito pois a falta foi cometida a meio-campo. A vitória acabaria por ser atribuída administrativamente, à posteriori. Para resolver esse e outros casos, julgo que as regras deveriam ser alteradas e alinhadas com o que já se faz noutras modalidades. Toda a falta grave cometida nos minutos finais da partida deveria ser punida com livre de 7 metros independentemente do local onde fosse cometida.

Para finalizar, um breve comentário dupla de árbitros que esteve bem a assinalar as faltas mas, nem sempre aplicou correctamente as respectivas sanções disciplinares, tendo ficado por assinalar alguns livres de 7 metros a favor do CD Mafra. Os jogadores nº 2 e nº 16 do 1º Dezembro deveriam ter sido desqualificados mas tiveram apenas 2 e 1 exclusão de 2 minutos, respectivamente.

 

 

JOGOS ANTERIORES

Publicado por Antonio Fonseca às 23:15
| COMENTAR

VISITANTES:


desde 30.09.07

NOTICIAS

FOTO DA SEMANA

EQUIPAS

TREINOS

VIDEOS

OPINIÃO

EDITOR

APOIOS

PAVILHÃO

Boa Tarde, venho informar de que o Campeonato Naci...
TREINOS (Nova Época):SENIORES: TER (20H-21H); QUI ...
Boas, alguem sabe se já estão a decorrer os trein...
Os jogos de apresentação dos escaloes do CD Mafra,...
JUNIORES E SENIORES - 2a feira, dia 1 de setembro,...
Mensagem importante : Informamos todos os atletas ...
não vai acabar? tens a certeza? só um conselho que...
Eu nao sei de nada , o que e que vai acabar?voce e...
o clube degradou-se, já não é o que era. é um club...
Rogersoares é o que se diz pela vila....